¤ Bem-Vindos ao
Cantinho da Carol ¤





¤ Meu nome

Ana carolina...
Amo dias nublados, cheiro de grama molhada, madrugada, noites silenciosas,ver o nascer e morrer das ondas quebrando-se na beira da praia, pôr-do-sol, serra, clima frio, árvores de troncos e copas altas. Transito bem pelo mundo dos contos de fadas ou qualquer coisa que afine a imaginação. Escrevo porque não tenho habilidades com pincéis; faço das letras minha tela; esparramo tinta nas palavras e mergulho nas imagens que vão nascendo despudoradamente. Acredito que "poetisa" é palavra mística. Esse blog pode ser de qualquer coisa que me dê na telha, tudo misturado mesmo: Paulistana, gosto de autores como: Clarice Lispector, Lygia Fagundes Telles, Virgínia Woolf, Cecília Meirelles, Manoel de Barros, Raduan Nassar e Paulo Coelho.
Gosto de pessoas que têm olhos de poeta. Tenho sol em áries, ascendente e a lua no signo de Leão, o que resulta numa "água borbulhante". Sensível,extremamente emotiva,sonhadora, idealista, intuitiva, como são as criaturas nascidas sob o signo de Escorpião, mas bastante impulsiva, às vezes arisca, autoritária e ansiosa. Acima de tudo, posso dizer que dentro de mim há gente demais: um mundo inteiro.








Online Users




¤ Ouvindo ¤

" Lady Antebellum "-"Need You Now"















¤ ¤ ¤



¤carolina2003@uol.com.br

¤ ¤Eu Participo ¤












¤ Poemas Passados

Histórico:

-
Ver mensagens anteriores





¤ Amigos de Carol ¤




- ¤ Blog UOL¤
- ¤Aqueta¤
- ¤Anne¤
- ¤Aqueta¤
- ¤Meu Humildizinho¤
- ¤Força do amor¤
- ¤Aqueta-2¤
- ¤Sombras do Sol¤
- ¤O detentor do destino¤
- ¤Meu Caderno de Bolso¤
- ¤Bela da Noite¤
- ¤ Dr X ¤
- ¤ Mago merlim ¤
- ¤Aquetinha¤


¤ Votação:

- Dê uma nota para meu blog

Indique esse Blog


Contador:




¤Prêmios Recebidos














VejaBlog - Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil










 

Minha Saudade

Eu desejo que tu chegues
sem que eu tenha te chamado,
que chegues de inesperado
pelo prazer de chegar ...
Com espaço entre os teus braços
para o ninho de um abraço,
com o sorriso iluminado,
com o céu dentro do olhar ...
Eu sonho que tu entendas
a alegria que tu trazes,
nas surpresas que me fazes,
quando eu te vejo voltar...
Mas enquanto não aprendes,
enquanto tu não entendes,
escrevo a minha saudade
e ela vai te buscar ... .

Mellis



- Postado por: Ana Carolina às 17:50
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




 

Bom dia amigos...
Vocês estão acostumados a ler no cantinho somente lindos poemas,
mas hoje vão ver um breve momento de mau humor...
Apenas um desabafo que não é meu e que apenas me identifiquei...
Peço desculpas...

Breve momento de mau humor

Eu o-d-e-i-o me sentir controlada, sou livre demais para isso.
E a minha liberdade não é daquele tipo que consiste em ser dona do próprio nariz, sair arrebitando ele por aí, não dando satisfação a ninguém, não assumindo compromisso nenhum e quando criticada valer-se da palavra liberdade como se fosse um valor que tudo justificasse.
Sou livre porque estou em paz com a minha consciência e quando não estou não a abafo, a escuto e ajo.
Sou livre porque a cada dia que passa descubro novos limites em mim mesma, porque tenho personalidade forte e não me corrompo, porque não preciso do sim de ninguém para me sentir aceita, nem do incentivo de estranhos para me encorajar a lutar por algo.
Sou livre porque faço o que gosto e quando não gosto não faço, porque erro para caramba, mas me aceito, porque não acerto sempre, mas tento.
Sou livre porque consegui desenvolver um monte de qualidades para que quando postas na balança equilibrem os meus defeitos, porque não sigo a moda se não gostar dela, não uso frases feitas porque crio as minhas, não copio gestos como se fosse um robô.
Sou livre porque eu escolho não só as minhas roupas, mas os meus caminhos, os meus atalhos e até mesmo os meus desvios, porque quando tropeço e caio mesmo ferida eu me levanto.
Sou livre porque não tenho vergonha de assumir os meus gostos diferentes da maioria, nem alguns dos valores considerados quadrados que para mim parecem tão redondos.
Sou livre porque não preciso ser igual a maioria para me sentir natural.
Sou livre porque não sou escrava do tempo, nem da beleza, nem de dieta alguma, nem de ninguém.
E que ninguém venha me ditar regras, mudar as minhas leis, me interrogar, me questinar pelo prazer de controlar e não de conhecer.
E que ninguém venha querer se apropriar das minhas idéias, das minhas manias, do meu estilo, das minhas digitais impressas em cada um dos meus atos, porque pode até tentar, mas não vai chegar nem perto, muito menos será tão livre como eu.

E tenho o dito!

Hunf!

Desconheço o autor



- Postado por: Ana Carolina às 08:41
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




 



- Postado por: Ana Carolina às 00:03
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________






- Postado por: Ana Carolina às 09:14
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________