¤ Bem-Vindos ao
Cantinho da Carol ¤





¤ Meu nome

Ana carolina...
Amo dias nublados, cheiro de grama molhada, madrugada, noites silenciosas,ver o nascer e morrer das ondas quebrando-se na beira da praia, pôr-do-sol, serra, clima frio, árvores de troncos e copas altas. Transito bem pelo mundo dos contos de fadas ou qualquer coisa que afine a imaginação. Escrevo porque não tenho habilidades com pincéis; faço das letras minha tela; esparramo tinta nas palavras e mergulho nas imagens que vão nascendo despudoradamente. Acredito que "poetisa" é palavra mística. Esse blog pode ser de qualquer coisa que me dê na telha, tudo misturado mesmo: Paulistana, gosto de autores como: Clarice Lispector, Lygia Fagundes Telles, Virgínia Woolf, Cecília Meirelles, Manoel de Barros, Raduan Nassar e Paulo Coelho.
Gosto de pessoas que têm olhos de poeta. Tenho sol em áries, ascendente e a lua no signo de Leão, o que resulta numa "água borbulhante". Sensível,extremamente emotiva,sonhadora, idealista, intuitiva, como são as criaturas nascidas sob o signo de Escorpião, mas bastante impulsiva, às vezes arisca, autoritária e ansiosa. Acima de tudo, posso dizer que dentro de mim há gente demais: um mundo inteiro.








Online Users




¤ Ouvindo ¤

" Lady Antebellum "-"Need You Now"















¤ ¤ ¤



¤carolina2003@uol.com.br

¤ ¤Eu Participo ¤












¤ Poemas Passados

Histórico:

-
Ver mensagens anteriores





¤ Amigos de Carol ¤




- ¤ Blog UOL¤
- ¤Aqueta¤
- ¤Anne¤
- ¤Aqueta¤
- ¤Meu Humildizinho¤
- ¤Força do amor¤
- ¤Aqueta-2¤
- ¤Sombras do Sol¤
- ¤O detentor do destino¤
- ¤Meu Caderno de Bolso¤
- ¤Bela da Noite¤
- ¤ Dr X ¤
- ¤ Mago merlim ¤
- ¤Aquetinha¤


¤ Votação:

- Dê uma nota para meu blog

Indique esse Blog


Contador:




¤Prêmios Recebidos














VejaBlog - Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil












- Postado por: Ana Carolina às 10:15
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




 

O que é ser mulher?

Um dia, me perguntaram como é ser mulher nos dias de hoje e eu respondi que ser mulher é aprender.
Percebi que a minha resposta não tinha sido tão clara e satisfatória.
Tentei me explicar e disse, orgulhosamente, que ao longo de muitos anos a mulher aprendeu a não mais andar de joelho curvado e de cabeça baixa.
Aprendeu a levantar sozinha e a enxugar as próprias lágrimas.
Ela percebeu que podia ser muito mais do que as pessoas lhe diziam.
Aprendeu a tirar a roupa e a se mostrar sem medo e percebeu que também sentia desejos e que gostava de senti-los.
E, andando com as próprias pernas, ela entendeu que havia espaço suficiente para ela em qualquer lugar e decidiu ocupá-los.
Ela não se intimidou com o longo caminho que iria percorrer para fazer com que os outros entendessem que ela tinha direito aos direitos que lhe cabiam.
E ela, na sua magnífica força e coragem, aprendeu a ser livre, a gritar quando tem vontade, a chorar quando precisar chorar e a sorrir mesmo quando a situação não permitir sorrir.
Mas, acima de tudo, aprendeu a ser forte.
De calça comprida, salto alto, com rosto pintado e cabelos escovados.
Ela aprendeu a ser muito mais do que uma mulher vaidosa.
Aprendeu a ser idealista, determinada e precisa.
Aprendeu a falar alto quando necessário.
Mas não foi só isso. Ela aprendeu muito mais...
Aprendeu com a vida, com a situação, com a dor (a não ser apenas uma reprodutora e esposa).
Aprendeu que ela é uma parte importante na história, alguém que poderia ultrapassar, com ousadia e coragem, os limites da hierarquia.
Ela ensinou aos outros a terem respeito pela sua luta e alguns assim entenderam, outros não.
Ela aprendeu a tomar conta de si mesma, a tomar decisões e a não ter medo de dizer: "Eu posso".
Aprendeu que não se deve ter vergonha do sexo, nem de dizer que gosta de sexo.
Aprendeu a tomar iniciativa e a dizer "não" quando necessário.
E percebeu que pode se prevenir e decidir a hora certa de ser mãe sem ser pressionada.
E, perante os olhos intimadores dos homens e de tamanha curiosidade, ela levantou a cabeça e mostrou que não era uma boneca de porcelana, mas que podia ser quebrada várias vezes e que sempre conseguia se juntar sem perder nenhum dos pedaços.
Isso é ser mulher!

Autoria de Ana Clea Bezerra

SER MULHER

Ser mulher
é ser frágil... na força,
é ser romântica...na realidade,
é ser sonhadora...no dia-a-dia,
é ser firme...na fraqueza,
é se mostrar segura...na insegurança,
é querer ser independente...na dependência,
é acertar...nos erros.

Ser mulher
é ter vida,
é ter amor,
é ter paixão,
é ter desejos,
é ter sonhos.

Ser mulher é principalmente
ser indestrutível,
pois a mulher é amor
e o amor controla a vida
rege o universo
é o caminho para todas as coisas,
por isso através do amor
Ser mulher
é ser imortal.

Sandra Mamede



- Postado por: Ana Carolina às 06:55
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




 

Minha alma sai pela noite escura à procura de teu ser distante
e tão perto porque não consigo te ver...
absorto em devaneios, disperso na madrugada
amando quem sabe a musa de tuas fantasias
que inspira tua alma a compor poesias
e esquecida aqui
Como queria te sentir...
ser um raio de luz , me perder no luar
e pelo céu estrelar
à ti me entregar...
aparecer na tua frente
ser teu presente...
iria me atirar em teus braços, desregrar teus cabelos em carinhos e afagos...
beijar tua boca completamente louco olhar bem no fundo de teu olhar e em silêncio te dizer vim aqui só pra ti amar...
mas vou ter que voltar...
Ah! por quê fizestes isso comigo te quero amante além de amiga...
nesse instante esquecemos de tudo e pára o mundo... me atiras na cama rasga minha roupa e me ama
sentes um desejo enorme por mim
Não dá prá se conter tem que ser assim
Podes pensar o que quiser só queria ser amante delirante
e cheio de desejo
ser seu homem
tudo o que tu quiser
e, quando acordares
apenas uma recordação...
de uma deliciosa noite
de sedução
tu foste a minha
mais louca e doce paixão...
lembrarás de meu olhar
e um arrepio em teu corpo irá passar
é minha alma que nesse instante
foi te abraçar
e num sussurro ao teu ouvido
irei te falar
foi o prazer mais intenso
que contigo pude desfrutar
fui e sou o devaneio mais louco
e absurdo que um dia o destino de mim fez te aproximar....
esquecer de mim?
só o tempo dirá...
enquanto ele não chega...
deixa eu contigo sonhar?

Desconheço o autor



- Postado por: Ana Carolina às 15:58
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




 

Olhei para fora,
vi o vento despentear as árvores nervosas.
Uma fina garoa caía sobre o rio,
encrespando suas águas acinzentadas ...
Contra a paisagem deprimida, teu vulto assemelhava-se
à sentinela solitária, impassível na despedida,escondendo suas feridas
e suas lágrimas...
Encostei meu rosto na superfície fria do vidro da janela,
tentando capturar tua imagem para sempre,
tatuar tua figura na retina dos meus olhos inconformados ...
O trem começou a andar.
Lentamente o céu foi ganhando uma dimensão
irreal atrás de ti .
Tuas mãos erguidas pareciam pássaros
feridos, sangrando gestos resignados,
sentimentos vencidos pela dor da vida.
O frio gelava meus dedos crispados sob a luva,
enquanto um outro frio invadia as entranhas da minha alma,
como se a distância que apagava teu vulto
também apagasse a vida dentro de mim ...
Encostei minhas mãos aflitas na janela,
tentando deter-te, reter o tempo, parar o mundo,
mudar a história dos meus dias ...
Mas tudo era em vão.
Nada foi possível.
Num instante fugaz, sumiste do arco dos meus sonhos,
desapareceste na curva do caminho, assumiste a proporção
de um momento cravejado de momentos eternos ,
quando o para sempre necessita render-se ao nunca mais ...

Mellís

http://www.meninadalua.com.br/versos/fim_de_caso.asp

Vale a pena ler os poemas de Mellís...são lindos...

Um bom domingo...



- Postado por: Ana Carolina às 09:19
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________