¤ Bem-Vindos ao
Cantinho da Carol ¤





¤ Meu nome

Ana carolina...
Amo dias nublados, cheiro de grama molhada, madrugada, noites silenciosas,ver o nascer e morrer das ondas quebrando-se na beira da praia, pôr-do-sol, serra, clima frio, árvores de troncos e copas altas. Transito bem pelo mundo dos contos de fadas ou qualquer coisa que afine a imaginação. Escrevo porque não tenho habilidades com pincéis; faço das letras minha tela; esparramo tinta nas palavras e mergulho nas imagens que vão nascendo despudoradamente. Acredito que "poetisa" é palavra mística. Esse blog pode ser de qualquer coisa que me dê na telha, tudo misturado mesmo: Paulistana, gosto de autores como: Clarice Lispector, Lygia Fagundes Telles, Virgínia Woolf, Cecília Meirelles, Manoel de Barros, Raduan Nassar e Paulo Coelho.
Gosto de pessoas que têm olhos de poeta. Tenho sol em áries, ascendente e a lua no signo de Leão, o que resulta numa "água borbulhante". Sensível,extremamente emotiva,sonhadora, idealista, intuitiva, como são as criaturas nascidas sob o signo de Escorpião, mas bastante impulsiva, às vezes arisca, autoritária e ansiosa. Acima de tudo, posso dizer que dentro de mim há gente demais: um mundo inteiro.








Online Users




¤ Ouvindo ¤

" Lady Antebellum "-"Need You Now"















¤ ¤ ¤



¤carolina2003@uol.com.br

¤ ¤Eu Participo ¤












¤ Poemas Passados

Histórico:

-
Ver mensagens anteriores





¤ Amigos de Carol ¤




- ¤ Blog UOL¤
- ¤Aqueta¤
- ¤Anne¤
- ¤Aqueta¤
- ¤Meu Humildizinho¤
- ¤Força do amor¤
- ¤Aqueta-2¤
- ¤Sombras do Sol¤
- ¤O detentor do destino¤
- ¤Meu Caderno de Bolso¤
- ¤Bela da Noite¤
- ¤ Dr X ¤
- ¤ Mago merlim ¤
- ¤Aquetinha¤


¤ Votação:

- Dê uma nota para meu blog

Indique esse Blog


Contador:




¤Prêmios Recebidos














VejaBlog - Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil










 

Um dia perguntou se meu post tinha algum destinatário...
Sim, foi escrito para ti, naquele dia à beira-mar num dia chuvoso de Outono.
Não conseguia olhar nos seus olhos, por mais que tentasse...
não sei porquê, talvez porque me olhava tão fixamente que tive medo que invadisse minha a'lma,
que lesse nos meus olhos os sentimentos que ameaçavam transbordar do meu coração
e que eu ainda não compreendia.
E então, me puz a observar as gaivotas, gravando a sua marca na areia molhada
e as ondas revoltas do mar que, como criança travessa, insistiam em bater nas rochas como o vento
E, enquanto as observava, sentada naquela pedra o teu olhar, veio até mim, melancólico, nostalgico,
confortar as minhas lágrimas, mas que eu julgava ter perdido para sempre...
Senti-a de novo a pulsar nas minhas veias, a jorrar da minha alma.
como o filho rebelde que, cedo ou tarde, retorna a casa,exigindo de volta uma morada
Nesse momento devia perceber como és especial para mim...
mas, teimosa, quis permanecer cega,
segura na minha solidão, independente do teu carinho.
que a tua alma de poeta contagiara a minha, forçando-a exprimir através de uma arte que já há muito julgara perdida... que sentia somente por sentir,
que tinha sido a paisagem a despertar a minha sensibilidade adormecida...
e fugi de ti, das tuas palavras que ainda não estava preparada para ouvir,
quanto mais encarar, fugi do conforto que me prometia o teu amor e do teu abraço intenso...
Afastei-me de ti e me entreguei as lágrimas.
Hoje reconheço que ao perder você perdi parte de mim mesma...
talvez nunca mais consiga escrever versos como estes... e, o pior, é que você partiu, talvez para sempre, me deixando para trás,
perdida entre os destroços dos meus sonhos...
Dei o meu coração por morto mas me enganei..
. ele ainda ao ouvir o eco da tua voz nas palavras pulsa descompassado...
Mas, agora, o que importa é reconhecer que ainda meche comigo, e que o poema é para ti...
Sei que vai ler estas palavras, embora tenha perdido você para sempre,
queria que soubesses que ajudou-me a reencontrar o caminho a trilhar me libertando dos fantasmas, dos medos e seguir em frente
sem receio de arriscar, de dar tudo de mim, de lutar para ser feliz...



- Postado por: Ana Carolina às 08:26
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




 

Saudades!!!

Eu tenho saudades de tudo que marcou a minha vida ...
Quando vejo retratos, quando sinto cheiros,
quando escuto uma voz, quando me lembro do passado, eu sinto saudades...
Sinto saudades de amigos que nunca mais vi,
de pessoas com quem não mais falei ou cruzei...
Sinto saudades da minha infância,do meu primeiro amor...
Sinto saudades do presente, que não aproveitei de todo,
lembrando do passado e apostando no futuro...
Sinto saudades do futuro, que se idealizado,
provavelmente não será do jeito que eu penso que vai ser...
Sinto saudades de quem me deixou e de quem eu deixei,
de quem disse que viria e nem apareceu;
de quem apareceu correndo, sem me conhecer direito,
de quem nunca vou ter a oportunidade de conhecer.
Sinto saudades dos que se foram e de quem não me despedi direito;
daqueles que não tiveram como me dizer adeus;
de gente que passou na calçada contrária da minha vida
e que só enxerguei de vislumbre; de coisas que eu tive
e de outras que não tive mas quis muito ter;
de coisas que nem sei que existiram mas que se soubesse, decerto gostaria de experimentar;
Sinto saudades de coisas sérias, de coisas hilariantes,de casos, de experiências...
Sinto saudades do cachorrinho("Mike")que eu tive um dia
e que me amava fielmente, como só os cães são capazes de fazer,
dos livros que li e que me fizeram viajar,
dos Cds que ouvi e que me fizeram sonhar,
das coisas que vivi e das que deixei passar, sem curtir na totalidade;
Quantas vezes tenho vontade de encontrar não sei o que,
não sei aonde, para resgatar alguma coisa que nem sei o que é e nem onde perdi...
Vejo o mundo girando e penso que poderia estar sentindo
saudades em japonês, em russo, em italiano, em inglês,
mas que minha saudade, só fala português embora, lá no fundo, possa ser poliglota.
Aliás, dizem que costuma-se usar sempre a língua pátria, espontaneamente,
quando estamos desesperados, para contar dinheiro, fazer amor
e declarar sentimentos fortes,seja lá em que lugar do mundo estejamos.
Eu acredito que um simples "I miss you", ou seja lá como possamos traduzir saudade em outra língua,
nunca terá a mesma força e significado da nossa palavrinha.
Talvez não exprima, corretamente, a imensa falta que sentimos de coisas ou pessoas queridas.
E é por isso que eu tenho mais saudades...
Porque encontrei uma palavra para usar todas as vezes em que sinto este aperto no peito,
meio nostálgico, meio gostoso, mas que funciona melhor do que um sinal vital
quando se quer falar de vida e de sentimentos.
Ela é a prova inequívoca de que somos sensíveis, de que amamos muito
do que tivemos e lamentamos as coisas boas que perdemos ao longo da nossa existência...
Sentir saudade,
é sinal de que se está vivo!



- Postado por: Ana Carolina às 15:29
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




 

 

Tem dias que estou assim, com o coração partido e a alma gelada,
tem dias que o sol brilha em mim,
tudo é sorrisso, felicidade não tem fim,
há dias que sou o amor,
embriagada de paixão.
Eu sou assim, sou feita de fases como a lua, hoje sou menina,
querendo brincar e amanhã sou mulher com vontade de amar!
Hoje sou responsabilidade, amanhã bagunça, hora ódio...hora ternura.
Minhas mil fases me completam, me tornam o que sou!



- Postado por: Ana Carolina às 17:12
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________